Forums

Post has published by Bosst
Viewing 1 post (of 1 total)
  • Keymaster
    Member since: August 13, 2020

     

    Em busca de segredos

    Em busca dos mistérios Tibianos, nós jogadores frequentemente vagamos por incontáveis ​​SQMs. Lemos os livros Tibianos do início ao fim procurando até mesmo as menores pistas. Observamos o ambiente do jogo e tentamos interagir com ele de todas as maneiras possíveis. Temos centenas de conversas com NPCs, esperando que eles nos contem até o menor detalhe que ninguém ouviu antes. Mas nem sempre voltamos ao passado e lemos as notícias de arquivos no tibia.com. Correto? Mas, às vezes, esse caminho pode se revelar realmente surpreendente – ao mesmo tempo que nos leva a lugares muito interessantes e misteriosos.

    Em 9 de Novembro de 2007, a homepage do Tibia publicou o seguinte teaser: “Descubra Novos Segredos em Todo Lugar”. Na notícia, podemos ler que a atualização de inverno de 2007, que estava chegando então, era rica em segredos e os próprios criadores do jogo encorajaram os jogadores a descobrirem segredos. Nossa atenção foi atraída para uma imagem anexada à notícia, mostrando Muhad dizendo a seguinte frase:

    Não estou disposto a lhe contar nosso maior segredo!

     

    Esta captura de tela nos diz, principalmente, uma coisa importante. O segredo de que Muhad está falando definitivamente não é a busca ou o esconderijo dos Nômades em si, como aparece na imagem. Será que os Nômades, o povo do deserto, estão realmente escondendo um segredo? Vamos tentar descobrir.

     

    Os Verdadeiros filhos do deserto

    O esconderijo secreto dos Nômades é encontrado pela primeira vez durante a Arito’s Task Quest. Arito, como um ex-Nômade, está sendo perseguido por seus companheiros Nômades. Nós o ajudamos a fazer as pazes com eles, então ele nos revela uma maneira secreta de entrar na sede subterrânea do povo do deserto. O líder dos Nômades – Muhad, com quem falamos em nome de Arito, nos encomenda a tarefa principal, que é a Nomad’s Land Quest.

    Resumindo, um grupo de ladrões de Ankrahmun roubou um dos tesouros Nômades. É um tesouro muito incomum e a forma como Muhad o descreve deve chamar nossa atenção:

    “Recentemente, um bando de ladrões roubou algo muito valioso de nós. É um segredo que os verdadeiros filhos guardaram por eras e não tenho permissão para contar a vocês sobre isso.”

    Um segredo escondido por milênios, por eras. Uma coisa incrível. Muhad nem nos explica exatamente do que se trata. Curiosamente, os ladrões que roubaram esse tesouro que devemos recuperar para Muhad entendem com o que estão lidando. No entanto, eles não sabiam disso desde o início. Eles ficaram dolorosamente cientes do que estava no porta-joias roubado quando tentaram abri-lo:

    “Não estamos longe de revelar o maior segredo das terras de Darama que foi guardado por uma tribo nômade até agora. Eles se autodenominam “os verdadeiros filhos do deserto” e nós conseguimos obter seu porta-joias sagrado por acidente. Que grande dia para nós. As pessoas certas pagarão enormes quantias de ouro por ele.

    Até agora eu descobri que a estranha substância no porta-joias tem algo a ver com a espécie de rotworm. É altamente recomendável manter a substância no porta-joias. Eu o abri uma vez e minutos depois ele fervilhava de rotworms e vermes carniceiros. Muitos dos meus morreram neste acidente. Presumimos que lidamos com um atrativo de uma rainha rotworm. Ninguém nunca viu uma, mas temos certeza de que esta espécie é organizada por uma rainha. Talvez fosse possível atrair uma rainha com essa substância, mas não ousamos usá-la novamente. Precisamos de mais tempo para descobrir como tudo isso combina e como usar a substância sem ser invadido por rotworms. “

     

    O conteúdo deste pergaminho, que encontramos no covil dos ladrões em Ankrahmun, confirma que tocamos em um grande mistério. Parece que os Nômades aprenderam de alguma forma como obter os feromônios da Rainha Rotworm e, portanto, ser capazes de controlá-los em um grau limitado. Conforme descrito pelo autor do pergaminho, simplesmente abrir o porta-joias atraiu rotworms suficientes para causar a morte de muitas pessoas. Isso significa que esse tipo de substância pode ser usado com sucesso como arma. Esta também é uma forma alternativa de controlar os rotworms, que é o oposto do método dos anões de simplesmente treiná-los. Os vários métodos de uso de rotworms com feromônios podem ser multiplicados. Voltaremos a isso mais tarde neste artigo. Também vale a pena considerar quem são “as pessoas certas” sobre as quais os ladrões escrevem. Isso poderia indicar que o porta-joias poderia, teoricamente, ser oferecido a alguém. Tentamos dar o porta-joias para vários NPCs em Ankrahmun logo depois de recuperá-lo do esconderijo dos ladrões, mas nenhum respondeu.

     

    Das mãos do próprio mestre dos mistérios

    Todo caçador de mistérios Tibiano experiente certamente segue as atividades de alguns designers de conteúdo ou pelo menos ouviu falar deles. Estamos falando principalmente do lendário Knightmare, mas também de Lionet e Chayenne, que não trabalham mais para a Cipsoft. No entanto,  muitos de vocês provavelmente não sabem que existe uma pessoa que permanece em sua sombra, mas que, em nossa opinião, merece pelo menos a mesma atenção. De quem, então, estamos falando? É Denson Larika!

     

    FONTE: https://web.archive.org/web/20160406041423/http://www.tibiavenezuela.com/archivos/entrevistas/denson_larika

    O que há em Denson que nos faz chamá-lo de mestre dos mistérios? Bem, ele é responsável por pelo menos dois grandes mistérios do Tibia, que ainda mantêm os caçadores de mistério acordados à noite. Quem de nós nunca ouviu falar da missão inacabada / oculta em Beregar? Ou sobre um certo troll enigmático que está procurando por sua Dama Troll? Sim, Denson é inteiramente responsável pela Sabotagem Troll e pela Hidden City of Beregar! Se você tiver alguma dúvida de que não é ele, aqui estão as evidências abaixo:

    “Olá, Tibianos, meu nome é Denson Larika e sou um designer de conteúdo da CipSoft!

    Foi difícil escolher um determinado lugar, pois tenho sentimentos positivos por tantas coisas que criei. Os três burocratas mortos, a sequência do sonho, o Nomads Hideout, a ‘Troll Sabotage’-Quest ou Buddel que um dia se chamava Beorn e sempre me faz sorrir quando falo com ele.”

     

    FONTE: https://www.tibia.com/news/?subtopic=newsarchive&id=1951

    “Dens é realmente ótimo para projetar áreas incríveis com um alto nível de detalhe e escrever missões divertidas repletas de scripts complexos, como tudo em e ao redor de Beregar ou a Treasure Hunt.”

    FONTE: https://www.tibia.com/news/?subtopic=newsarchive&id=1189

    Mas isso provavelmente não é tudo o que Dens criou. Infelizmente, não há muitas informações sobre ele. A única e ao mesmo tempo a última entrevista com ele vem de 2009. O próprio criador é certamente tão misterioso quanto suas obras. Infelizmente, Dens não trabalha mais na Cipsoft.

    De nossa parte, gostaríamos de acrescentar que cada uma de suas quests se destaca por seu alto nível de complexidade e ideias verdadeiramente únicas. Nenhuma de suas quests, que saibamos, se encaixa em clichês. Mas o que tudo isso tem a ver com os Nômades, afinal? Bem, se você leu atentamente as citações acima, terá notado que ele é o criador dos verdadeiros filhos do deserto, o que por si só lhes dá um certo mistério. Certo?

    Nas pegadas dos filhos do deserto

    Você já se perguntou até onde chega à influência dos Nômades no Tibia? Vamos tentar descobrir. Para começar nossa pesquisa, vamos dar uma olhada no esconderijo dos Nômades. Olhando em volta, notamos que não há mulheres entre seus habitantes. Muhad consegue explicar esse estranho fenômeno.

    Muhad: “Você viu apenas a superfície do nosso reino. Nossas mulheres e crianças estão em um local seguro. Não se preocupe com eles.”

    Uma declaração extremamente intrigante. Portanto, sem dúvida, o que vemos no esconderijo não é tudo o que existe. Talvez o esconderijo seja apenas um pequeno pedaço do reino dos filhos do deserto. É possível chegar ao seu reino real? Onde está localizado? Infelizmente, ainda não sabemos as respostas para essas perguntas. No entanto, podemos encontrar mulheres nômades durante os “Nômades” da Mini World Change. Mas existem apenas algumas delas:

    Além do esconderijo dos Nômades, vale a pena conferir onde mais podemos encontrá-los. Não há surpresa aqui. Como convém aos Nômades, eles podem ser encontrados no deserto em todo o continente de Darama e em locais próximos.

     

    Mas é muito interessante notar sua influência em Yalahar. Não é? Acontece que os Nômades ocupam um determinado edifício no bairro dos estrangeiros em Yalahar. Devido ao tamanho deste edifício, pode-se presumir que este é o seu ponto de apoio nesta cidade.

    O que essas pessoas aparentemente pobres procuram no exterior, longe de suas casas? Achamos que sabemos a resposta para essa pergunta, e é extremamente interessante. Bem, os filhos do deserto também moram em um pequeno prédio no distrito comercial de Yalahar.

    E talvez o mais revelador seja o respawn único de Nomad não muito longe da tenda de Iriana.

    Portanto, temos evidências de que os Nômades visitam Yalahar para fins comerciais. O que eles negociam? E por que em Yalahar? É difícil dizer, mas se falamos de negociação …

    Em 7 de Outubro de 2011, um artigo intitulado “Rich in Detail 2.0” apareceu na página principal do Tibia. Citemos aqui um trecho de um dos capítulos:

     

    Dinheiro para nada?

    “O que Rashid e os djinns podem estar fazendo com as toneladas de itens que estão comprando dia e noite? Rashid, por exemplo, tem viajado pelo mundo há anos, então ele tem uma base de clientes muito grande, com certeza. Portanto, ele já coletou uma quantidade inacreditável de todos os tipos de armas, armaduras e assim por diante. E o fato de ele apenas comprar coisas e não vender nada torna isso ainda mais interessante. O que acontece com todos os itens? Se você perguntar a ele, ele diz que precisa ir a Carlin de vez em quando, pois a rainha deseja ver seus produtos exclusivos regularmente. Mas é bastante duvidoso que ele esteja vendendo tudo para a rainha Eloise em Carlin, não é?

    Então, só um pensamento, mas será que ele não tem um plano maior em mente? Rashid é obviamente um dos nômades. Todos nós sabemos que os nômades não são seres malignos como muitas pessoas querem acreditar. No entanto, você provavelmente já leu sobre aqueles nômades amargurados entre Ankrahmun e Darashia que alegremente dariam sua mão direita apenas para empilhar suas facas entre suas costelas. Talvez Rashid seja um deles e esteja coletando todas aquelas armas e armaduras para equipar seus amigos nômades com o objetivo de fundar um exército. Então, de repente, em um dia fatídico, ele tentará conquistar as terras tibianas, começando com Darashia e Ankrahmun … que perspectiva sombria.”

    Nossa, isso é extremamente interessante. Será que nosso velho conhecido era um dos verdadeiros filhos do deserto e os estava armando secretamente? Vamos tentar descobrir algo sobre ele.

    Rashid não valoriza monarcas, e nem Muhad …

    Rashid se refere a si mesmo como um “filho do deserto”. Isso é muito revelador.

    Quando questionado sobre Ankrahmun, Rashid aponta para este lugar como o lar de sua família. Aqui ele levanta algumas dúvidas sobre sua conexão com os Nômades, mas ao mesmo tempo não as descarta. O que você pensa sobre isso? Rashid poderia ser um verdadeiro filho do deserto e secretamente armar os Nômades? Ou esta é apenas outra teoria distorcida?

    Porta-joias, rotworms e um segredo antigo

    O fato de os Nômades terem obtido os feromônios da Rainha Rotworm é uma indicação clara de que eles sabem como encontrar este monstro extremamente raro. Também é possível que eles tenham conseguido escravizar e até mesmo criar a rainha. Curiosamente, sabemos que ela reaparece a oeste de Darashia, embora não haja registro de sua existência no deserto de Kha’Labal (a área ao norte de Ankrahmun). Por outro lado, os Nômades certamente conhecem o deserto e seus mistérios melhor do que nós. A densa rede de túneis sob o deserto esconde muitos mistérios.

     

    O loot mais raro e valioso que a Rainha Rotworm pode nos dar é a sua glândula –

    Um dos papéis típicos que essa parte do corpo pode desempenhar é a produção de feromônios. A descrição do objeto também confirma isso:

    “Esta é a glândula de feromônio da Rainha rotworm”

    Isso está intimamente relacionado às suspeitas da gangue de ladrões. Um dos ingredientes, ou talvez mesmo a parte principal da substância encontrada no porta-joias, deve ser uma glândula.

    Vamos examinar esses dois itens de um ângulo diferente. A Jewel Case (porta-joia) foi adicionada na versão 8.10, a glândula, por outro lado, na 8.20 – isto não pode ser uma coincidência. Além disso, seus pesos: a glândula – 0,50 oz e a jewel case – 1,70 oz correspondem. A glândula até caberia inteiramente. A questão é – o que podemos fazer com esses itens? Eles não têm a opção “usar com” e o porta-joias não pode ser aberto de nenhuma maneira conhecida.

    Fizemos uma extensa pesquisa – principalmente no Nômade QG, mas também em outros lugares para tentar encontrar alguma utilidade para eles.

    A coisa mais básica é tentar interagir com NPCs enquanto carrega a glândula e o porta-joias. Talvez um deles (Muhad em particular) estaria interessado no fato de que conhecemos a lendária Rainha Rotworm e ganhamos um troféu raro dela? No entanto, isso não afetou nenhum diálogo. Tentar fazer esses itens interagirem com os rotworms também não surtiu efeito. Esperávamos especialmente por um certo lugar no esconderijo Nômade. Talvez este seja o lugar que Muhad descreve como uma arena onde seus jovens guerreiros testam sua força contra os rotworms.

    É um buraco cheio de rotworms. Venho pesquisando esse mistério e revisitando-o há 11 anos, durante os quais coletei pessoalmente 6 glândulas, na esperança de que talvez o número delas tenha algum significado.

    Alinhar, todos eles, neste lugar não teve efeito sobre os monstros ou os arredores. A rainha pode reaparecer aqui, por falar nisso. Se encaixaria perfeitamente no enredo – talvez valha a pena conferir um pouco este lugar? Descobrir o ressurgimento de um boss desconhecido seria uma grande conquista.

    Vamos também prestar atenção à declaração de Muhad e procurar possíveis pistas nela. É interessante que rotworms são enfrentados com as mãos nuas. Isso poderia ser uma pista? Muhad enfatiza que o rotworm não pode morrer durante essa luta. Isso testemunha o grande respeito que os nômades têm por essas criaturas e o papel especial dos rotworms na sociedade do povo do deserto. Tudo isso se encaixa perfeitamente com os fatos que apresentaremos no próximo capítulo.

    Também é importante notar que o esconderijo dos Nômades deve ter sido parcialmente criado pelos rotworms. Os corredores – como o da foto abaixo – foram escavados por eles. A conexão entre os Nômades e os Rotworms é, portanto, maior do que pode parecer à primeira vista.

     

    Nomads e Frank Herbert’s Dune

    Atenção, este capítulo contém spoilers do livro. No entanto, existem tantas conexões entre Duna e Tibia que vale a pena ler. Pode ser parte de um mistério maior que não foi totalmente desvendado.

    A comunidade nômade Tibiana, seus costumes ou seu esconderijo principal – nem tudo isso é uma coincidência. A Cipsoft, e Denson Larika em particular, se basearam bastante em um certo trabalho conhecido. “Duna” de Frank Herbert é um romance de ficção científica, publicado em 1965. Foi um grande sucesso em todo o mundo e recentemente teve uma ótima adaptação para o cinema, que atualmente está sendo exibida nos cinemas.

     

     

    Sobre o que é o romance? Deixe-me colar uma citação do wiki:

    “O romance se passa em um futuro muito distante. O planeta mais importante do universo se tornou Arrakis (Duna), o único no qual existem depósitos de melange – uma substância que prolonga a vida e também permite a clarividência necessária para evitar os perigos das viagens espaciais interdimensionais. A formação da melange está relacionada ao ciclo de desenvolvimento dos vermes da areia – criaturas gigantes que vivem nas areias de Arrakis.

    Duna é dada como feudo aos Atreides. O duque Leto I, sua concubina Lady Jessica, seu filho Paul e seu exército chegam ao planeta. Logo após a chegada dos Atreides, a família Harkonnen, auxiliada pelas tropas imperiais, dá um golpe.

    Lady Jessica e Paul conseguem escapar do ataque. Enquanto fogem, eles se encontram em um sietch habitado por guerreiros nômades – os Fremen – liderados por Stilgar. “A Besta” Rabban Harkonnen explora Arrakis com terror, criando hostilidade generalizada entre os Fremen em relação a seus novos mestres. Paul, sob a influência da Água da Vida (as secreções transformadas de um verme da areia afogado), desperta poderes proféticos, provando ser o elemento esperado da seleção natural Bene Gesserit – o Kwisatz Haderach. Tomando o nome de “Paul Muad’Dib”, ele lidera os Fremen na batalha contra os Harkonnens. Depois de derrotar os Harkonnen e imobilizar os exércitos do Imperador Shaddam IV, ocorre a tomada do poder sobre Arrakis pela família Atreides. “

    Recomendamos fortemente este livro, ele pertence ao cânone dos clássicos da fantasia, que você deve conhecer.

    Mas vamos nos concentrar na influência de Duna no Tibia. À primeira vista, podemos ver uma série de semelhanças em ambos os universos.

    Em primeiro lugar, podemos definitivamente dizer que nossos Nômades Tibianos são equivalentes aos Fremen de Duna. Ambos os povos são originários do deserto, e têm seus esconderijos principalmente no subsolo, onde a influência do meio ambiente já não é tão negativa. Se quisermos buscar provas mais tangíveis, vamos perguntar a Muhad – o líder dos Nômades, sobre seu nome:

     

    Como você pode ver, ele se apresenta como Muhad ib Lisan al-Gaib. Lisan al-Gaib é um termo de Duna, que na língua dos Fremen significa messias. É assim que chamam Paul Atreides, o personagem principal do livro. Então Muhad é nosso equivalente tibiano de Paul? Talvez, como o personagem principal de Duna, o tibiano Muhad tenha um papel muito mais importante do que pensamos? Afinal, Paul, magistralmente treinado em combate e possuidor de uma mente poderosa, assume o controle do planeta e até se torna imperador.

    Vamos analisar outras semelhanças, ou mais precisamente uma das mais interessantes – vermes da areia vs. rotworms. Os vermes da areia são criaturas lendárias em Duna, cruciais para o planeta e especialmente para os Fremen. Os Fremen os têm em reverência, beirando a adoração, pois os vermes da areia gigantes não são para eles apenas um meio de viagem rápida (eles “cavalgam” em suas costas) ou matéria-prima para fazer armas (facas feitas de suas presas). Os vermes da areia produzem a chamada melange, que é, conforme descrito na citação acima, uma substância que prolonga a vida, oferece habilidades de clarividência limitadas, mas também é altamente viciante. Em todo o universo, ele está disponível apenas em Duna, o que torna este planeta muito importante para todo o império.

     

    Isso, por sua vez, lança uma nova luz sobre a estranha conexão entre os nômades Tibianos e os rotworms e sua presença no esconderijo sob o deserto. Temos este estranho porta-joias com uma substância que invoca rotworms. Mencionamos em uma parte anterior do artigo que esse é um grande segredo dos Nômades, mantido por eles escondido por milênios. Isto é muito interessante. Com o conhecimento do livro, podemos fazer novas hipóteses sobre a utilidade dos rotworms. Talvez eles não sejam úteis apenas para cavar túneis, mas, por exemplo, para encontrar fontes de água subterrâneas? É difícil imaginar Nômades cavalgando vermes carniceiros como os Fremen em vermes da areia, mas também não é impossível. Também não há dúvida de que o Rotworm Queen, por exemplo, é bastante semelhante aos vermes da areia.

    Também é importante observar o diálogo com Muhad descrito acima, onde ele fala sobre como seus jovens guerreiros treinam na luta contra rotworms. Ele enfatiza que o rotworm nunca morre durante essas lutas. Isso prova que os rotworms são valiosos para os nômades e eles não se permitem morrer inutilmente. Há mais mistério escondido aqui e, talvez, por meio do conjunto certo de palavras-chave, Muhad pudesse nos revelar mais.

    Outro fato interessante são os mananciais. Os Fremen armazenavam água em grandes reservatórios subterrâneos, com o objetivo de terraformar o planeta e mitigar seu clima desértico, após acumular certa (muito grande) quantidade de água ao longo de gerações. Há também um reservatório subterrâneo sob o esconderijo dos Nômades no Tibia, e curiosamente, existem alguns rotworms lá.

     

    As correlações de vermes da areia com reservatórios de água subterrâneos também foram relevantes em Duna.

    Também é possível que os nômades em Ankrahmun sejam um símbolo da situação em Duna. Os Fremen, liderados por Paul Atreides, atacaram cidades governadas pelos Harkonnens depois que os Harkonnens organizaram um golpe. Isso nos leva a crer que os ataques nômades não têm objetivos estritamente de roubo, mas visam enfraquecer como defesas da cidade e eventualmente conquistá-la. Em nossa opinião, o desejo de reconquistar a urna em si não é nem o principal nem o único motivo do interesse dos Nômades pela cidade.

    E, finalmente, mais 4 fatos / semelhanças interessantes:

    • Os nômades se especializam em 1 tipo de arma – cimitarra. Os Fremen em Duna também têm seu tipo preferido de arma – facas feitas de presas de vermes da areia.

    • As mulheres e crianças dos Fremen em Duna estão, em sua maioria, isoladas do resto da comunidade e dos guerreiros. No Tibia, aprendemos informações análogas com Muhad:

    Como você pode ver, o esconderijo dos Nômades Tibianos não é o único. Simplesmente não sabemos sobre os outros, ou, de acordo com a trama, eles estão tão bem escondidos que um explorador não iniciado não os encontrará.

    • Paul, Lisan al-Gaib de Dune, tem alguma habilidade de prever o futuro, entretanto, quando pedimos notícias a Muhad, ele nos declara que:

    Muhad: Bem, você é a notícia. O deserto nos avisou sobre o farasteiro que viria até nós.

    Ele sabia que estávamos chegando. Ele, como Paul, poderia ter previsto o curso dos acontecimentos?

    • A entrada escondida para o covil dos Nômades Tibianos está localizada nas rochas:

    Isso se parece exatamente com as entradas para os sietches (aldeias) Fremen, que geralmente ficavam escondidos entre as rochas do deserto. Além disso, para chegar lá, é necessário usar cimitarra e água em determinado local. Estes são símbolos dos nômades e um exemplo de um mecanismo interessante e único que pode ter sido a ideia do próprio Denson.

     

    • Durante os “Nômades” da Mini World Change, podemos encontrar não apenas mulheres Nômades, mas também Nômades incomuns em roupas azuis. Esta pode ser uma alusão não óbvia a Duna, onde os Fremen eram caracterizados pelo branco de seus olhos completamente azulado.

    Fatos estranhos, mas interessantes

    • Não sabemos se isso é um bug ou um mecanismo deliberado, mas não temos que entregar o porta-joias a Muhad para completar a missão. Nós apenas precisamos entender. Você não precisa carregá-lo com você, e Muhad ainda reconhecerá que você completou a missão e então agradecerá e recompensará você. Por outro lado, também podemos devolver mais de 1 porta-joias após completar a quest.
    • O texto que Muhad diz, mencionado no início do artigo (“Não estou disposto a lhe contar nosso maior segredo”), não é tão óbvio de desencadear.

    No entanto, conseguimos descobrir o que você precisa fazer para obter essa resposta de Muhad. Você deve perguntar a ele sobre o casket, mas durante a missão – antes de recuperá-lo dos ladrões.

    Este texto foi usado em um dos teasers da atualização que apresenta a expansão da história do Nômades.

    • Vale a pena mencionar que um dos necromantes mais poderosos de Drefia, que ainda pode viver (ou viver depois da vida como um morto-vivo) apesar de sua morte, Gha’Zuul, é de origem Nômade.

    Quando criança, ele foi sequestrado durante uma invasão por mortos-vivos, que sentiram o mal em seu coração e o consideraram um candidato adequado para um necromante. Você está interessado nesta história? Recomendamos que você leia sua continuação nos livros: “Legends of the Kha’labal III – Gha’Zuul the Necromancer” e “Legends of the Kha’labal IV – Drefia’s Downfall”

    Muhad: Esta é a maldição por não seguir as regras do deserto. Nenhum filho do deserto jamais voltou dos mortos.

    Muhad tem uma palavra a dizer sobre os mortos-vivos. Eu me pergunto qual destino se abateu sobre Gha’Zuul …

    • Infelizmente, não temos um boss Nômade nascendo aleatoriamente no Tibia. Porém, podemos enfrentar Achad na arena Svargrond, na dificuldade Greenhorn.

    Não há dúvida de que ele é Nomad. No entanto, ele não é um oponente forte – ele é apenas um pouco mais forte do que seus homens de tribo.

    O enredo nômade no Tibia é, sem dúvida, um bom trabalho, um campo para designers e desenvolvedores de conteúdo e um enredo interessante. Seu maior mistério ainda permanece desconhecido, mas seja o resultado do trabalho inacabado de Denson, algum tipo de bug ou um simples beco sem saída – nós sabemos o que fazer. Nunca perdemos a esperança e nunca paramos de procurar respostas. A verdade está lá fora.

    Mogh & Bosst

     

    FONTES:

    https://pl.wikipedia.org/wiki/Diuna_(powie%C5%9B%C4%87)

    https://en.wikipedia.org/wiki/Dune_(novel)

    https://art.marcsimonetti.com/dune-by-frank-herbert

    https://tibia.fandom.com/wiki/Muhad

    https://www.tibia.com/news/?subtopic=newsarchive&id=611

    https://www.instagram.com/p/B7lca9BpjYb/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

    https://tibiamaps.io/map#32368,32198,7:1

    https://web.archive.org/web/20160406041423/http://www.tibiavenezuela.com/archivos/entrevistas/denson_larika

    https://www.tibia.com/news/?subtopic=newsarchive&id=1951

    https://www.tibia.com/news/?subtopic=newsarchive&id=1189

    http://www.clker.com/clipart-475446.html

     

Viewing 1 post (of 1 total)

You must be logged in to reply to this topic.

A password will be emailed to you.